logotipo azul pack

Tipos de plásticos: quais são e como identificar?

Resina PCR

O plástico, que tem seu nome originário do grego “plastikos“, com significado “capaz de ser moldado”, é um material muito usado atualmente devido às suas características de baixo peso, baixo custo e elevadas resistências mecânica e química.

Há muitos anos os plásticos vêm sendo utilizados em substituição a diversos tipos de materiais, como o aço, o vidro e a madeira, por ser extremamente versátil e poder se adequar a diversos tipos de uso.

Por exemplo, se for um tipo de plástico que possui resistência química, ele poderá ser usado em ambientes onde há exposição constante a algum produto químico ou semelhante. Caso seja um plástico transparente que possui excelente resistência ao impacto, ele pode ser aplicado em escudos da polícia, lentes para óculos, telhas, faróis de veículos automotores e etc.

Assim, fica claro que o plástico se adequa a sua necessidade dentro do mercado, mas você sabe como identificar tipos de plásticos? Quais são os tipos de plásticos recicláveis? E os tipos de plásticos biodegradáveis?

Neste artigo temos as respostas para essas dúvidas. Boa leitura!

Tipos de plásticos: termoplásticos e termofixos

Para começar, os tipos de plásticos são divididos em duas grandes categorias, os termoplásticos e os termofixos.

Os chamados Termoplásticos são polímeros que possuem a capacidade de se fundirem através da aplicação de temperatura mesmo depois de terem passado pelo processo de transformação, por isso são materiais com alta reciclabilidade. Já os Termofixos ou Termorrígidos sofrem reações químicas em sua moldagem e esses tipos de plásticos não podem ser reprocessados com o emprego de temperatura.

Solução plástica

Termoplásticos

Abaixo listamos alguns exemplos de tipos de plásticos que se encaixam na categoria de termoplásticos.

  • PEAD ou Polietileno de alta densidade: trata-se de um plástico de alta flexibilidade e resistência. É indicado para fabricação de embalagens de produtos de limpeza, produtos químicos, sacolas plásticas, sacos, filmes, bobinas e folhas com espessuras mais finas e até para alimentos.
  • PEBDL ou Polietileno de baixa densidade linear: é um material flexível, leve e com uma resistência química e mecânica alta. É muito indicado para produção de embalagens, filmes, caixas d’água, sacolas plásticas, sacos, bobinas e folhas com espessuras mais grossas.

+ LEIA MAIS: o que são e onde comprar embalagens plásticas

  • PVC ou Policloreto de vinila: é um plástico impermeável e inquebrável. Normalmente é indicado para embalagens de alimentos e bebidas, como água e suco. Outra aplicação é como substituto do couro no setor de calçados e bolsas.
  • PET ou Polietileno tereftalato: é um plástico resistente ao desgaste e ao contato com substâncias agressivas. Costuma ser indicado para produção de garrafas de bebidas carbonatadas, frascos de alimentos e embalagens de cosméticos, entre outros.
  • PP ou polipropileno: esse tipo de plástico tem como características conservar o aroma, ser inquebrável, transparente, brilhante, rígido e resistente a mudanças de temperatura. É muito utilizado em filmes para embalagens e alimentos, embalagens industriais, cordas, tubos para água quente, fios e cabos, frascos, caixas de bebidas, autopeças, fibras para tapetes e utilidades domésticas, potes, fraldas e seringas descartáveis, entre outros.

Termorrígidos

Essa categoria representa cerca de 20% do total consumido no país. Abaixo listamos alguns tipos de plásticos termorrígidos.

  • PU ou poliuretano: flexibilidade, leveza, resistência à abrasão e possibilidade de design diferenciado são as principais características positivas desse tipo de plástico. A aplicação se dá em espumas macias para colchões e estofados, espumas rígidas, solados de calçados e esponjas de cozinha, entre outros.
  • EVA ou acetato-vinilo de etileno: sua principal característica é a capacidade de ser flexível e resistente ao mesmo tempo. Esse tipo de plástico é muito usado como solados de tênis e chinelos, em equipamentos de academia, brinquedos, materiais de artesanato e outros.
  • Baquelite ou polioxibenzimetilenglicolanidrido: é uma resina sintética resistente ao calor, infusível, forte e que pode ser moldada na fase inicial da manufatura. Além disso, tem baixo custo e pode ser incorporada em vernizes e placas. A aplicação ocorre em cabos de panela, componentes de rádios, telefones, interruptores, casquilho de lâmpadas e etc.
  • Resina fenólica: tem bom comportamento térmico, alto nível de força e resistência, longa estabilidade térmica e mecânica, boa capacidade de agir como isolante elétrico e térmico. Esse tipo de resina é muito empregado em bolas de sinuca, revestimentos, adesivos, tintas e vernizes. 
Termorrígidos

Como identificar tipos de plásticos?

Agora que você já sabe quais são as categorias dos plásticos, resta a dúvida: como identificar tipos de plásticos, certo?

Há um padrão utilizado pelas fábricas de plástico para que os consumidores consigam identificar de qual tipo de plástico é feito o produto que estão adquirindo. É por isso que existem números cercados por um triângulo com setas nos rótulos dos produtos de plástico que você compra. Eles têm a função de alertar os consumidores sobre o descarte seletivo, além de orientar a separação devida de cada material.

+ LEIA MAIS: saiba o que é uma fábrica de embalagens e conheça exemplos de solução plástica de alta tecnologia

No Brasil, seguimos a norma NBR 13.230 da ABNT, que tem a simbologia de identificação de produtos e matérias-primas plásticas conforme a imagem abaixo.

Tipos de plástico

A numeração, de 1 a 7, não indica apenas qual é o tipo de plástico, mas também a sua reciclabilidade.

  1. PET: o número 1 é o Polietileno Tereftalato. Você já deve ter reconhecido o nome, pois ele é muito utilizado na produção de garrafas plásticas para refrigerantes, águas minerais ou produtos do gênero, sendo um dos principais plásticos para embalagem e com alta taxa de reciclagem.
  2. PEAD: o número 2 é o Polietileno de Alta Intensidade, que também é altamente reciclável e com grande resistência, sendo utilizado em garrafas de detergente e óleo, frascos de shampoo, potes e etc.
  3. PVC: o número 3 é o Policloreto de Vinila, que talvez você também já tenha reconhecido pelo nome. Esse tipo de plástico é muito encontrado em tubulações de água e esgoto, mas também em mangueiras, garrafas de suco, potes de maionese e etc.
  4. PEBD: o número 4 é o Polietileno de Baixa Densidade. Sua principal aplicação é em sacolas de supermercados, mas ele também é utilizado em bolsas para soro medicinal, por exemplo.
  5. PP: o número 5 é o Polipropileno, um plástico que pode ser moldado em altas temperaturas e se tornar uma embalagem plástica mais flexível, como as dos potes de sorvete e margarina, entre outros.
  6. PS: o número 6 é Poliestireno, um polímero que pode ser encontrado em forma de plástico sólido ou como espuma, quando é conhecido popularmente como isopor, e que também pode ser reciclado.
  7. Por fim, o número 7 significa que o plástico em questão não pode ser caracterizado por nenhum dos outros 6 tipos de plásticos citados anteriormente, podendo ser uma embalagem plástica com mais de um componente.

Quais são os tipos de plásticos recicláveis? E os tipos de plásticos biodegradáveis?

Entre os tipos de plásticos recicláveis estão os termoplásticos, já que podem ser remoldados, quando submetidos à aquecimento, devido a sua estrutura menos rígida formada por interações que se quebram sob aquecimento e se restabelecem ao serem resfriadas. Processo que pode ser repetido várias vezes e por isso esses tipos de plásticos são potencialmente recicláveis.

Porém, para que o material seja reciclado é necessário realizar o descarte correto. Atualmente, o Brasil recicla de 23% a 25%, o que, para o presidente do Sinplast-RS (Sindicato das Indústrias de Material Plástico no Estado do Rio Grande do Sul), Gerson Haas, ainda é muito baixo, já que a reciclagem do plástico proporciona uma nova vida ao material, criando benefícios ambientais e econômicos, como a geração de energia.

Já no caso dos tipos de plásticos termofixos, esses não são considerados recicláveis, já que não se fundem mesmo em elevadas temperaturas. Contudo, esses materiais podem ser reutilizados através do processo de moagem, sendo empregados como cargas em outros materiais, como, por exemplo, a moagem de pneus velhos utilizados no asfalto e no concreto.

Ao contrário dos plásticos de origem fóssil (petróleo), os tipos de plásticos biodegradáveis são feitos com fontes renováveis. Assim, podem ser de origem natural, como o milho, a mandioca e a beterraba, ou de origem sintética, como é o caso da linha de sacolas TechOxiBio, da linha AzulPack Bags, fabricada pela AzulPack, que possuem aditivos para acelerar a degradação do plástico.

+ LEIA MAIS: qual a principal Indústria de plásticos que faz reciclagem e que produz menos poluição?

Assim, os tipos de plásticos biodegradáveis são uma alternativa mais ecológica aos tipos de plásticos comuns, já que eles são menos persistentes no meio ambiente, podendo ser biodegradados por bactérias, algas e fungos, que os convertem em biomassa, dióxido de carbono e água.

Fábrica AP

Conheça a AzulPack

Criada em 2010 em Jacutinga-MG, a AzulPack atua no varejo, na indústria, no agronegócio e também no meio ambiente. Atualmente, a fábrica opera com o processamento desses tipos de plásticos: polietileno de Alta Densidade (PEAD) e de Baixa Densidade (PEBDL), totalizando uma capacidade produtiva de 70 toneladas de soluções plásticas por dia.

São 25 linhas de produção e o número de colaboradores ultrapassa 600. Por ano, a capacidade de produção é de 38 mil toneladas. Nosso processo completo de fabricação conta com extrusão, impressão, laminação, rebobinadeira e acabamento.

Isso tudo em 63 mil metros quadrados de área total da fábrica de embalagens plásticas. Além disso, a AzulPack tem em seu portfólio as linhas AzulPack Bags e AzulPack Films, além das marcas TechGround e TechAgro.

Como adquirir os tipos de plásticos da AzulPack?

Caso queira conhecer ainda mais sobre os produtos da AzulPack, uma das principais fábricas de embalagens plásticas do Brasil, fale com um de nossos consultores ou navegue pelo nosso site para conhecer o portfólio completo.

Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Outros

Contato

VENDAS

+55 11 2970 1610
vendas@azulpack.com.br

SAC

+55 11 2970 2475 | Ramal 229
sac@sapphireoffice.com.br

Departamento Comercial

Trabalhe Conosco

Caro parceiro,

Detectamos uma tentativa de golpe utilizando nosso nome e por isso estamos enviando essa mensagem de alerta.

Abaixo algumas dicas para não cair em fraudes.

1. Não fazemos cobrança por WhatsApp.

2. Verifique se o beneficiário da cobrança é a AzulPack.

3. Cobramos apenas por boleto e ele fica disponível em todos os nossos canais de atendimento.

4. Confira se o banco emissor é o mesmo do boleto do mês anterior.

5. Cheque atentamente todas as informações da cobrança para conferir se não há informação incorreta, suspeita e/ou divergente.

6. Mantenha o antivírus do seu dispositivo atualizado.

Caso identifique uma cobrança suspeita e/ou falsa em nome de nossas marcas, pedimos que avise nosso canal oficial de cobranças.

Código do Cliente

Título Parcela Banco Vencimento Valor

Voltar